domingo, 30 de dezembro de 2012

Enigma de "O homem e seus símbolos". Anima, Animus e o Self, de Carl G. Jung.


Era uma vez, o rei ordenou a seus soldados que montassem guarda, à noite, ao corpo de uma princesa negra que tinha sido enfeitiçada. Todas as noites, a meia noite, ela se levantava e matava um soldado. Um dos soldados fugiu para a floresta e lá encontrou um músico que era o Nosso Senhor Salvador,  que lhe indica o caminho para esconder-se numa igreja para refletir.
Graças a esta ajuda divina, o soldado consegue libertar a princesa do encantamento e casa-se com ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário