Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2009

Santa Catarina - Poema e música de Julião Goulart

Depois de fazer um poema, homenageando Santa Catarina, um dos 27 Estados deste imenso e maravilhoso Brasil, resolvi compor uma música que, a exemplo da matemática, do sorriso e do amor, se apresentam como linguagem universal, de paz e entendimento.
E, quem canta, seus males espanta! Cantei a alegria de viver no lançamento de um dos meus livros. Veja e ouça.

II Feira Catarinense do Livro 2009 - Florianópolis -SC

Escritor e Contador de Histórias Julião Goulart no palco da II Feira Catarinense do Livro - Florianópolis -SC, contando histórias para as crianças. Também recitou poemas de Fernando Pessoa e Mário Quintana.

A tartaruga que queria conhecer seus pais.*

As tartarugas nascem dos ovos postos pelas fêmeas em buracos cavados na areia da praia. E, a exemplo dos insetos, elas não conhecem seus pais.

Logo que os ovos eclodem, e as tartaruguinhas nascem, começa a grande corrida em direção ao mar. É uma corrida pela própria vida, pois existem muitos perigos que elas precisam enfrentar até chegarem na água do mar, onde poderão se desenvolver.

As tartarugas não têm tempo de conhecer seus pais. E os pais, também não conhecem seus filhos.

Mas..., Num certo dia muito especial, uma tartaruguinha resolveu procurar seus pais.

A tartaruguinha, chamada Filó, saiu pelo mundo em busca de seus pais.
O grande sonho de Filó era conhecer seus pais. Entrou no bosque e encontrou um coelho.
- Olá seu coelho, meu nome é Filó e estou à procura de meus pais.
- Procure seus pais no mar e não aqui no bosque. - Disse o coelho amigo.
- Obrigado senhor. – Falou a pequena tartaruga e já se dirigindo ao mar.
Após uma longa jornada, Filó avistou uma tartaruga e foi logo perguntand…