Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2010

Uma mulher Presidenta da República do Brasil

Como os brasileiros da minha idade, já “passei” por muitos presidentes e suas políticas.

Mas, todos homens, “machistas sábios”, estudados em Academias Militares ou Doutores em Universidades.

Pra quebrar a tradição, apareceu um torneiro mecânico que, confesso, não acreditei e acabou dando um show de liderança política.

Ele entra para a história como o presidente no final de mandato com o maior índice de aprovação, e que projetou o Brasil no mundo.

E, no dia das bruxas, (do sânscrito, sabedoria feminina, diferente da conotação dada pela igreja na Idade Média) uma mulher é eleita Presidenta do Brasil.

E agora, acredito ou não?

Tabajara Ruas na UDESC/LIS

Tabajara Ruas, escritor e cineasta gaúcho, esteve no LIS - Laboratório de Imagem e Som da UDESC-, num encontro com professores e estudantes de História.



Foi conversar sobre as suas obras literárias e cinematográficas. Tabajara se considera um ficcionista e contador de histórias. Adorei a definição pela empatia com o meu perfil literário.
Grande figura humana. Já o conhecia de Porto Alegre, onde atuou em documentários e filmes épicos, depois de retornar do exílio imposto pela ditatuda militar.









Reside em Florianópolis, recentemente finalizou um novo roteiro para a Rede Globo que será encenado em 2011. O Evento foi coordenado pela professora  Márcia Ramos de Oliveira / FAED/ UDESC

Indonésia - tsunami

"Foi o tempo de sair correndo sem nada", conta brasileiro que sobreviveu a tsunami.

Proponho reflexões sobre os verdadeiros valores, diante da sociedade de consumo: SALVE A VIDA! (Ele não percebeu que saiu com tudo!)

CONVITE MESA-REDONDA

"A cultura africana e afro-brasileira tematizada na literatura infantil e juveni: perspectivas" com o escritor Rogério Andrade Barbosa (RJ), Maria Aparecida Rita Moreira (UFSC/PPG Literatura) e Eliane Debus (UFSC/CED/MEN)

Lauro Junkes morre em 20 de outubro: Dia do Poeta

Poetas, escritores e a literatura perdem o Presidente da Academia Catarinense de Letras, falecido no dia do poeta, "o escritor que escreve em versos". Lembro-me que recentemente, há pouco mais de 20 dias, encontrei o Presidente na Biblioteca Pública de Santa Catarina, onde ele coletava dados importantes para uma nova obra. Ele fez um comentário de fino humor sobre pessoas que sentem o cheiro dos livros velhos, em busca de ideias novas. Rimos juntos. Deixa-nos a saudade, mas as suas obras ficarão. Encontro na ACL em Floripa 2009

Encontro com os leitores

Foi no lançamento do meu livro infantil
PEDRO E A GALINHA MARICOTA










































Convite - Lançamento de novo livro

LIVRARIAS CATARINENSE :
LANÇAMENTO DO LIVRO INFANTIL PEDRO E A GALINHA MARICOTA E CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
SÁBADO, 16/10/2010
10 HORAS, NA FELIPE SCHMIDT, 60 - CENTRO - FLORIPA
15 HORAS, NO BEIRAMAR SHOPPING

Chile – Túnel de resgate alcança mineiros.

Tenho por hábito ler jornais do mundo pois há um recurso de “traduzir” no meu navegador, que potencializa "navegar" pelo planeta terra inteiro.
A notícia de hoje, essa, sem necessidade de traduzir, veio do Chile e certamente originará um filme, um livro e muitas reflexões sobre os valores humanos. Há quem diga que a mina será fechada!
Muitos outras serão abertas nos corações de mulheres e homens chilenos, na sociedade, cultura e outras áreas do conhecimento da Engenharia de Minas.
Fiquei com vontade de começar a minha viagem para Santiago de Compostela por Santiago do Chile.
É bem uma verdade filosófica que se os mineiros chilenos estão há 700 metros abaixo da superfície da terra, têm muita gente que está há quilômetros de distância de respeitar o planeta e a natureza. (Foto Jornal La estrella - Concepción - Chile)

Eros e Psique - Fernando Pessoa

Conta a lenda que dormia
Uma Princesa encantada
A quem só despertaria
Um Infante, que viria
De além do muro da estrada.

Ele tinha que, tentado,
Vencer o mal e o bem,
Antes que, já libertado,
Deixasse o caminho errado
Por o que à Princesa vem.

A Princesa Adormecida,
Se espera, dormindo espera,
Sonha em morte a sua vida,
E orna-lhe a fronte esquecida,
Verde, uma grinalda de hera.

Longe o Infante, esforçado,
Sem saber que intuito tem,
Rompe o caminho fadado,
Ele dela é ignorado,
Ela para ele é ninguém.

Mas cada um cumpre o Destino
Ela dormindo encantada,
Ele buscando-a sem tino
Pelo processo divino
Que faz existir a estrada.

E, se bem que seja obscuro
Tudo pela estrada fora,
E falso, ele vem seguro,
E vencendo estrada e muro,
Chega onde em sono ela mora,

E, inda tonto do que houvera,
À cabeça, em maresia,
Ergue a mão, e encontra hera,
E vê que ele mesmo era
A Princesa que dormia.

(Ilustração de Márcia Cattoi - Artista Plástica)

Lições de vida de Augusto Branco (e eu pensava que fosse de Charles Chaplin)

Vida        Já perdoei erros quase imperdoáveis,
tentei substituir pessoas insubstituíveis
e esquecer pessoas inesquecíveis.

Já fiz coisas por impulso,
já me decepcionei com pessoas
que eu nunca pensei que iriam me decepcionar,
mas também já decepcionei alguém.

Já abracei pra proteger,
já dei risada quando não podia,
fiz amigos eternos,
e amigos que eu nunca mais vi.

Amei e fui amado,
mas também já fui rejeitado,
fui amado e não amei.

Já gritei e pulei de tanta felicidade,
já vivi de amor e fiz juras eternas,
e quebrei a cara muitas vezes!

Já chorei ouvindo música e vendo fotos,
já liguei só para escutar uma voz,
me apaixonei por um sorriso,
já pensei que fosse morrer de tanta saudade
e tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo).

Mas vivi!
E ainda vivo!
Não passo pela vida.
E você também não deveria passar!

Viva!!

Bom mesmo é ir à luta com determinação,
abraçar a vida com paixão,
perder com classe
e vencer com ousadia,
porque o mundo pertence a quem se atreve
e a vida é &…

Contadores de histórias no Hospital Infantil Joana de Gusmão

A manhã do sábado, 2 de outubro, foi a data escolhida pelas alunas do Curso de Contador de História, para realizarem a parte prática da turma do mês de setembro, do curso realizado no Museu Palácio Cruz e Sousa.
O local escolhido foi o Hospital Infantil Joana de Gusmão.
Fomos muito bem recebidos por médicos e enfermeiras do Centro Integrado de Oncohemoterapia Pediátrica, equipe da Ortopedia Pediátrica e na Ala dos Adolescentes.
As novas Contadoras de Histórias, Saray e Cinthia, pedagoga e publicitária, respectivamente, deram uma grande demonstração de que estão preparadas para contar histórias em qualquer ambiente. Nota DEZ!
As alunas superaram o mestre.
No final da experiência de contar histórias, fizemos uma rápida reunião de avaliação.
Saray disse “A experiência foi motivadora na liberdade e no encantamento da vida”.
Cinthia disse “Foi um encontro de almas.”
O mestre ficou sem palavras para dizer... As histórias falaram por ele.
Dei um livro de presente para um pai que acompanhava seu filh…