Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2011

Rádio Cultura - Obrigado

É hora de dizer obrigado! Aos amigos, parceiros no teatro e cinema. Aos ouvintes da Rádio Cultura ligados Valeu galera, tudo valeu a pena!

Fim dos tempos? Só se for da injustiça, das perseguições e da violência...

Messiaen escreveu esta peça  enquanto estava preso em um campo de concentração nazista durante a Segunda Guerra Mundial.  Baseou-se na Bíblia, ao ler o livro Apocalipse, o mais simbólico dos 73 livros da Bíblia, escrito sob domínio romano.  Um guarda simpatizava com ele que permitiu deixá-lo executá-la com os instrumentos que poderiam encontrar em campo. É por isso que a instrumentação parece aleatória. Messiaen fez um trabalho muito bom! Faltava o piano que alguém conseguiu na última hora. Espero que em 2012 o mundo acabe mesmo. O da injustiça, das perseguições das minorias, do egoísmo consumista e da cegueira de ver a rede de fraternidade que liga todos os seres no planeta.

Milagre da simplicidade de cuidar a natureza interior - Micro e Macro

A MISSA DOS INOCENTES

Se não fora abusar da paciência divina
Eu mandaria rezar missa pelos meus poemas que não
Conseguiram ir além da terceira ou quarta linha,
Vítimas dessa mortalidade infantil que, por ignorância dos pais,

Dizima as mais inocentes criaturinhas, as pobres...
Que tinham tanto azul nos olhos,
Tanto que dar ao mundo!
Eu mandaria rezar o réquiem mais profundo
Não só pelos meus
Mas por todos os poemas inválidos que se arrastam pelo mundo

E cuja comovedora beleza ultrapassa a dos outros
Porque está, antes e depois de tudo,
No seu inatingível anseio de beleza!

(Mario Quintana)

Metáforas

Ser ou não ser, ou, estar ou não estar? (To be or not to be? William Shakespeare )

Vida breve

Inveja

"Há pessoas que invejam até braço quebrado..." (Extraído do meu livro APRENDENDO COM OS ANIMAIS - EST EDIÇÕES, 3a EDIÇÃO, p. 42)

Uma imagem diz tudo...

A foto está em reportagem da revista Época, na edição deste fim de semana.
Segundo a publicação, Dilma tinha 22 anos quando a foto foi feita. Na oportunidade, ela respondia a um interrogatório na sede da Auditoria Militar do Rio de Janeiro, depois de ter passado por 22 dias sob tortura.
Estudo iconografia e imagens para cinema e teatro. Analisar cada detalhe de uma fotografia é fundamental para compor uma história. Há sempre muitas leituras nos olhares, contornos, contextos e outros...



Começar de novo...