Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2009

Nossos animais interiores

Quem não lembra de ter ouvido expressões como: "fulano deu com os burros n´água", "ele é teimoso como uma mula", "cuidado que ele tem lado para montar" ou é manso como um cordeirinho?
Algumas vezes agimos como uma cobra, ficamos ariscos e escondidos como uma onça, rugimos como um leão ou comemos como uma hiena.
Às vezes, até agimos igual a animais ruminantes que mastigam continuamente os rancores e mágoas do passado.
Os nosso animais interiores precisam ser salvos do dilúvio do inconsciente, que simbolicamente, significa tomar consciência da realidade que nos cerca, do meio ambiente interior, dos nossos limites na busca eterna do autoconhecimento; de aprender a dialogar com as dores e sofrimentos do corpo e do espírito, visando atingir uma relação terapêutica com a nossa animalidade, numa ecologia espiritual paradisíaca e harmônica para bem viver a maravilha da vida plena e em abundância.
Podemos até dizer que simbolicamente cada ser humano é uma espécie de a…

Alguns humanos se comportam como sapos?

Os seres humanos são homeotérmicos, o que significa dizer que a temperatura de seu corpo se mantém constante, independente da variação da temperatura do ambiente em que se encontram, seja em locais próximos ao equador, ou em regiões mais frias.
Alguns grupos de animais, como os sapos, a temperatura do corpo é a mesma da temperatura do meio em que estão inseridos.
Tomemos como exemplo uma pequena lagoa freqüentada por alguns sapos. Quando estiverem na lagoa, a temperatura do corpo destes sapos se ajustará à temperatura da água (característica pecilotérmica). Os cientistas colocaram alguns sapos dentro de uma espécie de panela, com água captada da lagoa onde viviam.A temperatura foi aumentada gradativamente para observar o comportamento dos sapos.
A maioria das cobaias foi cozida sem perceber ou esboçar uma reação (pular fora da água quente). Quando esboçaram reação ao estímulo da água quente, já havia perda de mobilidade.
A dependência química, a obesidade e outras formas de compulsão agem…