sábado, 24 de setembro de 2011

A arte de escutar

"A arte de escutar é como uma luz que dissipa a escuridão da ignorância. Se você é capaz de manter sua mente constantemente rica através da arte de escutar, não tem o que temer. Este tipo de riqueza jamais lhe será tomado. Essa é a maior das riquezas." Dalai Lama.

Um dia desses fui para as ruas escutar as conversas dos outros, em lugares públicos, é claro,  de forma gratuita e sem espichar o ouvido para ser indiscreto. Meu objetivo exclusivo  era, e é, de admirar a maravilha de escutar.
Em lugares públicos, onde as pessoas falam abobrinhas, e coisas do cotidiano para passar o tempo, há uma distração ouvir o papo dos outros, especialmente  para aqueles, que como eu, gosta mais de ouvir que falar.
Enquanto esperamos o ônibus no ponto ou, dentro dele, enquanto não chega ao ponto final, ficamos atualizados das fofocas, notícias e das tragédias tão valorizadas pela mídia. Raramente alguém fala de música, poesia,   pintura, escultura e das outras artes não citadas.
Nas conversas entre  comadres não há ponto final quando o assunto é o comportamento dos outros. A riqueza da intimidade se encarrega de puxar um novo assunto assim que o último é terminado ou se esgota no tempo. Pois é... Assim a vida passa...e o tempo voa...  

2 comentários:

  1. É verdade... Todos deveriam falar mais sobre música, poesia, sobre o céu!
    Adoro seus Posts!
    :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Aliny pela palavras.
      saúde e sucesso!
      :-))

      Excluir