domingo, 13 de março de 2011

Rebeca


Quantas vezes o nosso olhar cruzou
E eu percebi o que você queria?
Mas quando o nosso afeto se encontrou
Certamente era você que mais me conhecia

Experimentar a pureza irracional
Viver intensamente o presente
Sem as frescuras do homem social
Deixa muitas lições pra gente

E quando eu dizia, “Me dá a patinha...”
A confusão ficava armada
Você parecia uma rainha
E eu só fazendo palhaçada!

Você olhava tentando me entender
Quando eu fingia que ia comer a sua ração
Como era bom trocarmos de papéis
Eu ser Rebeca e você Julião

Um comentário:

  1. Aprendendo com os animais
    é um livro fascinante.
    Eu tenho um exemplar. E, recomendo aos leitores porque Julião tem razão: Há muito o que aprender com os animais.

    ResponderExcluir