segunda-feira, 12 de julho de 2010

SOL & LUA - ECLIPSE NO ENCONTRO

Ao longo da história o homem associou a imagem do sol como o símbolo supremo da divindade.
O sol, “invicto” dos romanos, Apolo, o Helio dos gregos, Amon e Aton dos egípcios, que serviu de símbolo mais vivo na religião de Akenaton, no Novo Império Egípcio.
Ergue-se acima de tudo, dos palácios e templos e de todas as simbologias de poder do homem.
É fonte da vida e de toda a ordem do nosso sistema solar.
Renova-se a cada dia, "morre" no oeste e tem, ao leste, a "ressurreição"
Representa o masculino.

Já a Lua, é um símbolo quase universal de feminilidade, passividade, fertilidade, periodicidade e renovação.
Hoje, quem observava do sul do Continente Amaricano, pode ver o encontro... Em El Calafate, na Patagônia argentina, foi um dos lugares onde se pode observar o eclipse total do sol.
É lua cheia sempre no encontro com o sol...

Nenhum comentário:

Postar um comentário